• Chinese Dissident Liao Yiwu Publishing Book in U
  • Portugal
  • P_10760
  • P_10717
  • 10706_gg
  • Pp
  • M_ricardoalexandre01
  • Brennanmanning
  • Images
  • Chesterton

« Biografia da Marina na Folha | Main | 18/02/2010 »

11 de fevereiro de 2010

Comments

Feed You can follow this conversation by subscribing to the comment feed for this post.

lessandra toledo

Parabéns Marilia por ter coragem de colocar o dedo na ferida. O seu livro, em muitos trechos, descreve o que penso sobre essa liderança pastoral do "faça o que eu digo, mas eu faço o que eu quero", sem qualquer critério, como se membros ou aspirantes a lideres (levitas, obreiros) fossem mariontes, ensinados a sempre dizer amém, mesmo diante dos maiores absurdos. Eu sou uma ovelha ferida em nome de Deus, me converti e conheci a presença de Deus e do Espirito Santo, me vieram inúmeras profecias sobre ministérios. Abraçei com unhas e dentes tudo o que foi necessário p me preparar para a unçao, só que no momento disso acontecer (2 anos esperando, e suportando), ai eu não merecia mais, pq eu era rebelde, insubmissa, espírito contrario, pq via e apontada os erros de um Pr que nunca teve a humildade de reconhecê-los, pq é mais facil punir quem te aponta do que se humilhar e reconhecer. Enqto vc entrega o melhor de si, tem sempre os puxa sacos, ai esses passam a ser o exemplo. No meu caso apareceram os "filhinhos" que chamavam o Pr e a Pra de "papai e mamãe", tinham tempo p bajular os dois e dormir na casa deles. Ai quem não se presta ao papel de puxa saco, deixa de ter critério p trabalhar na obra, ai vc já está fora da visão da igreja. Não importa sua conduta, sua unção, se vc é usado ou não pelo Espirito de Deus, o que importa é puxar o saco, estar na "visão dos pastores".
Hj, faz uns dois meses que não faço mais parte da liderança, não louvo mais e minha vida espiritual está uma montanha russa, mas descendo q subindo. Já pensei em muitas bobagens, que Deus não me ama, que Ele faz diferença entre seus filhos, etc.... e principalmente, em suicídio, pensei em tomar uma caixa de calmantes p não acordar mais. Mas contudo, estou viva. Abri mão de tudo em nome de servir a Deus e descobri que servir a Deus é secundário dentro da igreja, primeiro vc tem q servir o homem. Isso acabou com a minha fé. Continuo na igreja, sentada como membra, mas sem força, sem ânimo. Perdi minha ousadia p falar em Deus, perdi minha autoridade p determinar em nome de Jesus? Será q Deus me tirou tudo isso, ou a vaidade, o ciumes de pastores imaturos roubaram esses sonhos de mim? Ainda não sei, só o tempo há de dizer.
Sua obra deveria ser dada de presente a cada pastor desse país, para que reflitam sobre os abusos espirituais que praticam.
Não sei se um dia conseguirei ser o "vaso" que Deus espera que seja, pq aquele q deveria ajuntar, derramou o meu azeite.
Abraços. Continue sendo ousada. Nós precisamos de pessoas que gritem em nosso lugar.

Túlio Cézar.

Parabéns, o livro Feridos em Nome de Deus, merece continuar em reedição, é algo muito presente hoje, relata situações inaceitáveis por afasterem pessoas de Deus. Parabéns, sou Pastor e passei recentemente por algo pior que isto. Deus a abençoe.
Pr.Túlio.

Rental

Hi Merry Christmas and Happy New Year

Hotjobs

Hi Merry Christmas and Happy New Year

Suzana de Castro

Marília, parabéns! Acabei de ler o livro "Marina, a vida por uma causa". É simplesmente fantástico! Sou fã da ex-senadora Marina Silva. Votei nela para presidente do Brasil e me senti derrotada com a vitória da Dilma (embora, como brasileira, torça muito para que ela faça um bom governo), como também me senti com o afastamento dela do Ministério do Meio Ambiente. Com a leitura do livro, conheci e passei a admirar ainda mais essa grande mulher que é a Marina. É uma mulher ética, guerreira e muito corajosa. Foi lastimável o que alguns do PT (incluindo o ex-presidente Lula) fizeram com ela enquanto ainda era ministra do meio ambiente. Achei que com a Marina no ministério o meio ambiente seria levado a sério pelos poderosos do governo, não foi o que aconteceu. Quem dará continuidade ao projeto Amazônia sustentável? Quem vai impedir que o desmatamento continue ferozmente? Quem será a próxima voz da Amazônia?
Mais uma vez, parabéns Marília! Você foi brilhante ao retratar a vida da nossa querida Marina Silva.

Suzana de Castro

The comments to this entry are closed.